The Legend Of Zelda: Majora’s Mask – Análise

Em 2015 a Nintendo re-lançou Zelda: Majora’s Mask um jogo que com o tempo ganhou notoriedade entre os fãs da série.

E realmente, ele é muito peculiar: é o sucessor de um clássico praticamente atemporal (Ocarina of Time), e aparentemente o que seria um Zelda “menor” – apenas 4 dungeons principais, um mapa menor do que Hyrule de Ocarina, etc – criado com elementos literalmente repetidos do jogo anterior, torna-se uma obra gigante no meu ponto de vista. Eu eu tenho alguns problemas com o jogo; mas acalma-se, este não é o veredito final.

Gostaria de deixar claro que minhas análises são as de um jogador: ok, um jogador dedicado, um podcaster, mas ainda assim, diferente de um jornalista em um grande site ou portal; e especialmente, diferente de uma análise estilo “nota de escola de samba”:
Gráfico: DÉÉÉÉZ
Jogabiidade: OITOO
História: NOVE E MEIO

(referência estúpida ao Carnaval – já que temos um Majora’s Mask)

Continue lendo “The Legend Of Zelda: Majora’s Mask – Análise”

FORZA MOTORSPORT 6 – ANÁLISE

– Por Kétlin

Você gosta de velocidade e desafios? Então se prepare para o melhor simulador de corrida do ano: Forza Motorsport 6!

O jogo traz 26 pistas incríveis, incluindo todas as do seu antecessor (Bernese Alps; Circuit de Catalunya; Circuit de Spa-Francorchamps; Indianapolis Motor Speedway – completamente remodelada após alterações ocorridas em 2014; Le Mans Circuit de la Sarthe; Long Beack, Mazda Raceway Laguna Seca– odeio essa pista; Mount Panorama Motor Racing Circuit – Bathurst – odeio essa também; Nurburgring; Circuit de Prague – amo; Road America; Road Atlanta; Sebring International Raceway; Silvesrtone Race Circuit; Test Track Airfield; Top Gear e Yas Marina Circuit) e novidades, como as pistas do Rio de Janeiro, Daytona, Watkins Glen, e Brands Hatch.

Continue lendo “FORZA MOTORSPORT 6 – ANÁLISE”