O Lado Negro dos Games – Savepoint Podcast #038

fevereiro 7, 2015
Categoria: Podcast
8 19998 2
O Lado Negro dos Games – Savepoint Podcast #038

Depois de um longo intervalo, a equipe do Savepoint reune-se para discutir os aspectos potecialmente negativos (OU NÃO!) dos videogames. Os jogos podem ser vetores ou potencializadores da violência? E como devemos lidar com o vício nos jogos eletrônicos? Estes assuntos foram debatidos pelo jogador de Destiny João Vicente (@joaovicentec), aquele que voltou ao WoW, Raulzito (@raulzito2112), e pelos DoTeiros Jonas (@Ctrl_J) e André (@andrelucaspaes).

Lembrem-se de comentar aqui na postagem, e acompanhar o Savepoint nas redes sociais:
Twitter: @savepointcast
Facebook: http://fb.com/savepointcast
YouTube: http://www.youtube.com/podcastsavepoint
Twitch: http://twitch.tv/savepointcast

E também temos o bom e velho email: contato@savepointcast.com
Comentados no episódio:

[VIDEO] Nerdologia sobre games violentos e seus efeitos nas pessoas:
http://www.youtube.com/watch?v=A_Bak5dWPMs

[VIDEO] Video Games Don’t Cause Violence:

https://www.youtube.com/watch?v=m2Jq7vPxYGg

[VIDEO] Reportagem um tanto tendenciosa da BBC sobre vício em games:
http://www.youtube.com/watch?v=R83287N6kFg

[LINK]  The 4 most important things to know as a gamer parent: http://www.cracked.com/article_18819_the-4-most-important-things-to-know-as-gamer-parent.html

 [LINK] – Chinês mata amigo motivado por jogo: http://www.serraecia.jex.com.br/destaques/chines+mata+jogador+de+rpg+-+venda+de+espada+virtual+motiva+crime

[VIDEO] Série em três partes sobre vício em games do Extra Credits:
http://www.youtube.com/watch?v=Y5RSngCFpsc
http://www.youtube.com/watch?v=V_qlumZ5K4I
http://www.youtube.com/watch?v=w9n2JehjQ7I

[LINK] 10 casos: http://hypescience.com/10-casos-de-vicio-extremo-em-videogame/

 

Conheça a HQ Terra Incognita do nosso podcaster Raulzito!

Terra Incognita

 

 

 

 

 

Lembre-se de conferir as super camisetas masculinas e femininas da Cheat Code!

CheatCode

 

 

 

 

Edição: João Vicente

Arte das capas: Raul Alves

Reproduzir
João Vicente

Outros posts do autor

8 comentrios

  1. t3chm4n
    Reply

    Vocês estão completamente malucos! Sobre a back cover do Fable II. Penniless significa = sem dinheiro, pobre. Sério, em que site pornô vocês pegaram esse texto? Aqui segue uma imagem do original: http://img.gamefaqs.net/box/9/5/7/66957_back.jpg. Ele é um jogo sim ESRB M, PEGI 16, mas nem de longe fala de putaria na capa. Muitas decisões no jogo são cinzentas, e você consegue sim viver uma vida bem torta (ter várias famílias, visitar prostíbulos, ser mauzão), mas da forma que veio essa "tradução" da back cover parecia que vocês estavam falando de um jogo Adults Only. Todo o cast foi mais pautado por uma discussão séria, e esse tipo de informação sensacionalista e sem fundamento acaba por afetar a credibilidade de todo restante da discussão.

    1. 011joao
      Reply

      Prezado ouvinte, obrigado pela informação! O texto de onde pegamos é muito interessante, está nos links do post acima (The 4 most important things to know as a gamer parent). Você pode ver q no texto citado ele não explicou que a imagem era uma distorção da contra capa original! Em minha defesa, explico que não joguei Fable, e infelizmente é impossível conhecer tudo. Tentamos ao máximo fazer uma discussão divertida e interessante, e também séria quando é o caso, e com certeza não queremos de qualquer forma parecer sensacionalistas ou coisa do tipo. Inclusive este foi um dos casts em que juntamos mais material para estudo. Obrigado pelo seu comentário, vou colocar uma errata no próximo cast! Continue ouvindo o Savepoint!

    2. raulzito2112
      Reply

      Malz aê, t3chm4n , a intenção não foi fazer sensacionalismo não, foi só um erro meio tolo mesmo. Valeu por apontar a falha.

  2. Gabriel Scheffer
    Reply

    Esse tema eh bem polêmico como o caso do rapaz que matou vários no cinema porque jogava Doom. Nada a ver, tipo ele já tinha histórico perturbado, o game foi só o estopim para estourar a boca do balão. E adoram colocar a culpa nos games. Jogo desde pia Duke Nukem, Doom, Shadow Warrior, RoadRash(viram que saiu um remake na Steam? ) , digo uns 12 ou 14 n lembro. E não sou nada violento, por outro lado sou bem calmo. No fim até parei de gostar de jogos assim é to focado nos rpgs e boas histórias.
    Tem estudo que aponta que café faz mal pra isso, aquilo, coração e aquilo lá. E outras apontam que café é bom para memória, atenção.
    Verídico, vi uma reportagem um tempo atrás n vou lembrar exatamente mas falava que pessoas que jogaram FPS tinham maiores reflexos do que pessoas que não haviam jogado na pesquisa. Pois o FPS exige do olho que preste atenção nos mínimos detalhes que mudam em um cenário. Eu notei que joguei mto fps quando começo a notar que tem alguém se mexendo no prédio a 50m do meu numa janela específica mas sem olhar para lá, apenas pelo fato de olhar para rua vejo algo se mexendo naquela direção.

    Eu sou PC Gamer :'( e to esperando GTA V e The Division

    Como o João falou, nas antigas o foco não era na história. Era jogabilidade, violência, o negócio era divertir o player.

    Pra mim o aspecto do game viciar se da porque eu revezo filmes e games onde o filme não tenho a mesma interação que um Rpg ou um jogo de aventura.

    Também estou tentando fechar o Dark Souls mas tô revezando AC4,Witcher, Shadow of Mordor, BF4 e séries como Arrow, Flash, Constantine, Gotham, e Sons of Anarchy.
    Falou tudo João só completar objetivos pra encher uma barra de progresso nas duas primeiras até vai depois eh mto repetitivo.
    Estou atacando os navios lendários eh bem fodinha.
    O Jonas eh tipo aquelas pessoas q vão no encontro de AA. Eu vou parar de beber, essa semana eu paro.

    Tenho amigos que vendem chars treinados por Reais, os caras vão lá treinam e faze dinheiro com o MMO. Vi char valendo de 500 a 1000 pila.

    Mas parabéns pelo cast tá show esse formato só teria que dividir por hora. Não consigo acompanhar 2h seguidas. Gosto mto do MRG pq eh meia horinha pa e bola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *