UM RESUMO DA BRASIL GAME SHOW 2014

outubro 16, 2014
Categoria: Artigo, Novidades
0 3860 0
UM RESUMO DA BRASIL GAME SHOW 2014
  E pelo segundo ano consecutivo, o Savepoint Podcast vai à Brasil Game Show, em São Paulo! Este ano, tive a companhia da Kétlin, que foi lá conferir as novidades comigo, e principalmente o estande da CD Projekt Red, estúdio que desenvolve o seu adorado Witcher. 

 
 
  Dessa vez pudemos ir apenas no sábado e domingo, sendo que o dia exclusivo para imprensa foi na quarta-feira (dia 8). E isto significa apenas uma coisa: FILAS, muitas filas! Já deixo aqui meu primeiro alerta, e crítica: se você pretende visitar a BGS, reserve ao menos 2 dias para a feira, pois são aproximadamente 2h de fila para encostar em cada um dos jogos mais requisitados. Este tempo pode ser até maior para “atrações” como o Oculus Rift, The Order, e Mortal Kombat X. Pelo menos dá pra ficar “telando” o pessoal que aguentou a espera e está com o controle nas mãos.
 
  Os ingressos foram vendidos apenas na internet, em lotes que aumentavam de preço 

conforme a data do evento se aproximava, e obviamente você economiza bastante se comprar sua entrada cedo (este ano as vendas começaram em abril). 
 
  A entrada para o público geral é muito organizada, e apesar do grande número de visitantes, você espera a abertura dos portões em um setor fechado e refrigerado (lembrando que a temperatura na rua passava dos 35 graus). Então o pessoal vai sendo liberado aos poucos para entrar, apresentar o ingresso e passar pelas catracas, para finalmente chegar na BGS.
 
 
  Este ano a feira apresentava uma área total ainda maior, mas isto não favoreceu a organização dos stands e das filas. Apesar de muito bonitas, as áreas do PlayStation e do Xbox estavam lado a lado, ficam apenas um pequeno corredor entre as duas, o que criava um grande acúmulo de pessoal naqueles que são obviamente, os estandes mais visitados das feira. Muitos visitantes reclamaram da organização das filas, que também cresceram pois haviam muito poucas máquinas para os jogos mais requisitados como The Order [PS4] – apenas 4 máquinas e filas de mais de 3h. Eu mesmo conversei com um visitante que havia esperado 4 HORAS para jogar menos de 10 minutos deste mesmo jogo.
 
  Reclamações à parte, a Sony caprichou na apresentação: sua área contava com um enorme telão, mostrando trailers e gameplay dos jogos, loja, área para receber alguma celebridades e a já famosa troca de carimbos por brindes (os carimbos são colocados num cartão cada vez que vc joga um jogo, ou seja, uma via crucis pelos brindes). 
 
  A Microsoft investiu em alguns telões, que em sua maioria mostravam Sunset Overdrive e HALO: Master Chief Collection, além de um carro para divulgação do Forza Horizon 2 e obviamente, diversos XBOX One para a jogatina. As novidades eram Alien: Isolation, Assassin’s Creed Unity (ambos multi-plataforma), 3 plataformas com jogos indie (muito interessante,s inclusive, e listados abaixo) e Project Spark. 
 
 
  Em seguida, os maiores estandes fiaram por conta da Ubisoft, que obviamente reservou muito espaço para Assassin’s Creed(AC) Unity, Just Dance 2015 (quanto barulho em volta…) Far Cry 4 e The Crew. No painel do AC era possivel conseguir um poster autografado do jogo com um dos produtores e bater foto com cosplayers de Arno (o assassino do novo jogo) e uma guilhotina com o logo da franquia. 
 
  O estande da Warner também chamou bastante atenção, com figuras em escala real de Thor, Hulk e Homem de Ferro, e obviamente, os jogos. Mortal Kombat X, como já falei, criou filas gigantescas, que davam à volta no estande; também estavam presentes Middle Earth: Shadow of Mordor, Disney Infinity e outros.
 
  No segundo pavilhão, uma grande área foi reservada para a BGC (Brasil Game Contest), que organizou campeonatos de DotA 2 e Ultra Street Fighter IV. Haviam diversos estúdios de jogos free-to-play principalmente no estilo FPS e RPG online. É uma pena que existam poucas máquinas para se jogar os jogos mais requisitados, e um grande espaço reservado para estúdios e jogos que poderiam ocupar áreas menores, sem serem prejudicados.
 
   Por fim, quero destacar a área “Acervo dos Videogames”, do colecionador Marcelo Tavares. Ele é também o maior colecionador de games do país, e organizador da BGS, que começou como Rio Game Show em Niterói, no ano de 2009.  Este espaço apresentava vários consoles antigos, e clássicos como o Game & Watch da Nintendo, os antigos “mini-games”, e diversos outros.
 
  Espero que tenham gostado, e se possível ano que vem estaremos novamente na BGS!
  
 
  Lista de Jogos:
 
 Sony
  Counterspy
  The Last of Us Remastered
  Destiny
  Bloodborne
  Infamous: First Light (DLC)
  PES 2015
  Diablo III: Reaper Of Souls
  Driveclub
  The Order
  Until Dawn (video)
  Far Cry 4
  Little Big Planet 3
  Entwined
  God Of war 3
 
 PlayStation Vita:

  Hohokum
  Hotline Miami
  Freedom Wars
  To Leave
  Minecraft

 
Microsoft 
 HALO: The Master chief Collection
 Indies
 Tomb Raider
 Assassins Creed Unity
 Killer Instinct
 Forza Horizon 2
 Sunset Overdrive
 Project Spark
 UFC
 Alien Isolation
 
Ubisoft
 Assassin’s Creed Unity
 Far Cry 4
 The Crew
 Just Dance 2015
 
Activision
 CoD: Advanced Warfare
 Destiny
 
Konami
 PES 2015
 Metal Gear Solid V: The Phantom Pain (Painel e vídeo)
 
Warner
 Shador of Mordor
 Mortal Kombat X
 Disney Infinity
 
Devolver Digital
  Hotline Miami 2
 
CD Projekt Red
  The Witcher 3 
 
Indies
 Aritana
 Toren
 
 
FOTOS
 
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *